SDT - Serviço de Distribuição de Títulos Para Protesto de SBC
Av. Brigadeiro Faria Lima, 225 - 1° andar - cj 16 - Centro - São Bernardo do Campo/SP
CEP: 09720-010 | Fone: (11) 4330-7585 / Fax: (11) 4330-7585
Horário de Atendimento: Bancos e Financeiras: das 08:30 às 10:30 - Particulares: das 10:30 às 16:00
DA DESISTÊNCIA DO PROTESTO PELO CREDOR
Em caso de renegociação da dívida entre as partes ou envio indevido de título a cartório por erro do credor, o devedor poderá solicitar ao credor que proceda à desistência do protesto. 
Neste caso, o credor terá a faculdade de desistir do protesto até o horário limite de funcionamento do tabelionato (18:00hs) do dia do prazo para o cumprimento da obrigação.

O Tabelião não poderá em nenhuma hipótese, dilatar prazo para desistência do protesto, ainda que a pedido de ambas as partes.

O credor ou qualquer pessoa em seu nome poderá solicitar a desistência do protesto, devendo para tanto, comparecer ao tabelionato portando o protocolo de ingresso do título.
Caso o mesmo tenha sido extraviado, será exigida uma declaração comunicando o extravio, assinada pelo credor do título.
A Declaração de Extravio deverá ser apresentada em papel timbrado, caso se tratar de credor pessoa jurídica, e também será exigido o reconhecimento de firma da pessoa responsável, acompanhado de cópias autenticadas do contrato social que dá poderes a tal.
No caso de Declaração de Extravio lavrada por pessoa física, será dispensada a exigência quanto ao papel timbrado, permanecendo apenas a necessidade de reconhecimento de firma do credor.
Quando o apresentante for instituição financeira, o tabelionato está autorizado a receber os pedidos de desistência por fax, e o acompanhamento do processo será feito pelo devedor, tendo em vista que sua negociação, usualmente se dá com o credor que enviou o título para cobrança bancária, e não com a instituição financeira.
Deve-se salientar que, serão devidos os respectivos valores pertinentes às custas e emolumentos do cartório nas hipóteses de desistência do protesto. (Art. 16 da Lei 9.492/97)
No caso de dívidas já quitadas, sem justa causa ou que sejam resultado de fraude, o devedor deverá recorrer à tutela jurisdicional, utilizando-se do procedimento judicial de sustação do protesto. (Sustação de Protesto)
Dos Valores Para Desistência Pelo Credor Do Protesto 

Tabela de Custas
Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.